O Espanhol e suas Diferenças

Por 2 de junho de 2017Espanhol

A língua espanhola é muito procurada entre estudantes brasileiros pela semelhança que possui com o português, e também por servir como porta de entrada para oportunidades em quase todos os países de nosso continente. Além da básica distinção que é feita entre o espanhol da Espanha e o falado nos países da América, o espanhol latino possui diversas variâncias em sua ortografia e também em seu vocabulário, com diferentes expressões e gírias ao longo de toda a América Latina.

http://weheartit.com/entry/287510689/search?context_type=search&context_user=SonyBohosian&query=spanish+language

http://weheartit.com/entry/287510689/search?context_type=search&context_user=SonyBohosian&query=spanish+language

 

Quando se trata de escolher um país para viajar e estudar a língua, surge a questão de qual deles possui o espanhol que é considerado mais fácil de aprender. Alguns argumentam que, devido a grande quantidade de gírias inseridas na língua usada no dia a dia, Cuba, República Dominicana, Panamá, e Porto Rico são os países que apresentam um espanhol de mais difícil compreensão para os que estão iniciando seus estudos na língua. Já o espanhol colombiano e o mexicano, devido à neutralidade e também à velocidade em que são emitidos, eles são reconhecidos por serem de mais fácil acesso e entendimento. Portanto, caso você esteja pensando em visitar um país latino americano em suas férias para treinar os ouvidos com o espanhol, México e Colômbia são altamente recomendáveis para a sua aventura linguística.

http://weheartit.com/entry/248709667/search?context_type=search&context_user=fitandrich&page=2&query=latin+america+travel+

http://weheartit.com/entry/248709667/search?context_type=search&context_user=fitandrich&page=2&query=latin+america+travel+

 

Além disso, existem algumas correntes que foram elaboradas para a divisão do espanhol como língua, sendo essas o espanhol da Espanha, o espanhol do Uruguai e Argentina, o do México e América Central em geral, e o do restante da América do Sul. Como percebemos, essas variações se encontram quando tratamos de entonação, quantidade de gírias/modismos e amplitude do vocabulário. No último ponto, observamos que em todo o continente, algumas palavras se distinguem devido à diversidade lexical existente. Isso ocorre como com o exemplo da palavra “ônibus”, que em Cuba é chamado de “guagua”; na Argentina “colectivo”; no Chile “liebre”; e no México “camión”; e também do vocábulo “pipoca”, que em Cuba é chamada de “rositas”; de “palomitas” no México; “pochoclo” na Argentina; “pipoca” na Bolívia; “” no Uruguai; “canguil” no Equador; “canchita” no Peru; “cabritas” no Chile; e finalmente “crispetas” na Colômbia. Ufa!

Caso deseje explorar as particularidades da língua espanhola, a Auding oferece cursos de espanhol que são lecionados por professores tanto nativos quanto brasileiros, com inclusão de planos de aulas customizados e dinâmicos e também horários flexíveis, de escolha do aluno.


 

escrito por Diane Cruz.

 

Comentários

Posts Relacionados

  • Hablas Portuñol?Hablas Portuñol?O espanhol é atualmente a segunda língua mais falada no planeta, e tem cada vez mais ocupado um lugar significativo no mundo empresarial e […]
  • Que tal começar a ler livros em outro idioma?Que tal começar a ler livros em outro idioma?Quando começamos a aprender outra língua, uma das primeiras coisas que queremos fazer é começar a ler livros em outro idioma. Pode parecer […]
  • Os principais erros ao aprender um novo idiomaOs principais erros ao aprender um novo idiomaEstudar outros idiomas é muito interessante e pode ser muito importante para a carreira ou para quem gosta muito de viajar. No entanto, às […]

Deixe um Comentário