A Ginástica Cerebral – Os benefícios físicos e mentais na aprendizagem de um novo idioma

Estudar uma nova língua costuma ser um processo de aprendizado longo e lento, podendo durar muitos anos dependendo do método escolhido. No entanto, já foi comprovado cientificamente que todo esse esforço vale a pena, aprender um novo idioma faz bem ao cérebro!

Uma pesquisa de professores da Northwestern University mostrou que, estudar um novo idioma é como fazer ginástica com o cérebro. Isso mesmo, ao aprender e praticar uma nova língua seu cérebro é profundamente afetado e, tal como um músculo que recebe constantes exercícios, e pode inclusive aumentar de tamanho! Além disso, sua memória aumenta, você desenvolve uma maior capacidade de concentração e ainda pode retardar doenças como a demência e o Alzheimer por anos. Segundo o professor Fergus Craik, “o bilinguismo pode contribuir para criar reservas cognitivas no cérebro que parecem atrasar o aparecimento de sintomas [do Alzheimer] por um bom tempo”. Nada mal, não é mesmo?

A Ginástica Cerebral – Os benefícios físicos e mentais na aprendizagem de um novo idioma

Fonte: neurobic.com

Para deixar bem claro todo o poder do aprendizado de um novo idioma, selecionamos 7 benefícios causados por esse processo que transforma o seu corpo e a sua mente!

 

1. Aumento na capacidade de concentração:

Para realmente conseguirmos estudar e aprender uma língua estrangeira é preciso estar sempre muito atento às aulas e conteúdos, o que leva a um aumento na capacidade de concentração. Assim, aprender um novo idioma pode ser muito importante para quem se dispersa com facilidade, pois as aulas constantes podem levar a um controle maior da mente, melhorando a capacidade de concentração.

Uma pessoa bilíngue por ser levada a trocar constantemente o uso das línguas, decidindo qual seria a mais apropriada em cada momento e situação, dá ao seu cérebro uma boa prática em focar e filtrar informações. Como consequência dessa atividade constante, o indivíduo bilíngue acaba tendo uma maior capacidade de concentração e de se manter impassível frente a barulhos e distrações, mesmo em atividades que vão para além da leitura e da escrita.

Aprender um novo idioma

Fonte: begrizly.com

2. Melhora da saúde mental:

Estudar um novo idioma estimula partes do cérebro que são importantes no que diz respeito ao controle das emoções. Além disso, conforme falamos anteriormente, o estudo de uma nova língua pode diminuir os riscos do aparecimento de doenças degenerativas do sistema nervoso, como o Alzheimer e a esclerose múltipla.

Pesquisadores do Nizam’s Institute of Medical Sciences na Índia, descobriram que aqueles que falam mais de uma língua tendem a desenvolver o Alzheimer em até cinco anos após a data que teriam desenvolvido a doença, caso falassem somente uma língua. Isso ocorre pois falar mais de uma língua provê exercício constante para o seu cérebro e como manter o cérebro ativo é uma das formas de atrasar a manifestação dessas doenças, aprender um novo idioma acaba sendo um ótimo remédio.

 

3. Você vai tomar melhores decisões:

Segundo estudos da Universidade de Chicago, pessoas que falam outras línguas estão mais aptos a perceber nuances e sutilezas em diferentes situações. Desta forma, são capazes de tomar decisões de forma mais racional, enquanto aqueles que falam somente uma língua tendem a priorizar os aspectos emocionais. Ou seja, isso permite que você analise suas opções de forma mais eficiente e focada, conseguindo avaliar todas as alternativas de forma mais eficaz e consequentemente, se tornando mais apto a fazer as melhores escolhas para a sua vida.

 

4. Você passa a escrever e falar melhor na sua língua nativa:

Ao aprender outra língua você pode ter como uma bela e inesperada consequência a melhora nas suas habilidades de instrumentalização do próprio português! Quando você aprende um idioma, o seu conhecimento gramatical necessariamente avança, e esse avanço acaba sendo transferido de volta para a língua materna.
Assim, ao ser capaz de melhorar sua primeira língua você acaba escrevendo, falando e se posicionando de forma mais eficaz do que ocorria antes do aprendizado da nova língua. Ou seja, é quase um pague um e leve dois.

 

5. Seu cérebro aumenta:

Sim, pode parecer estranho mas aprender um novo idioma pode realmente aumentar o tamanho do seu cérebro! Cientistas suecos fizeram um estudo que mostrou que determinadas partes do cérebro daqueles que aprenderam outros idiomas eram maiores do que aqueles que falavam somente uma.

Benefícios físicos e mentais em aprender um novo idioma

Fonte: gmat.economist.com

 

6. A memória melhora:

Desta vez foi um estudo canadense, feito por pesquisadores da Universidade de Toronto, que trouxe novas informações sobre os impactos do aprendizado de uma nova língua na nossa mente. Esses pesquisadores queriam saber quais os efeitos que o novo idioma trazia para o aprendizado de crianças e o resultado foi surpreendente: dois grupos de crianças foram submetidos a diferentes testes de memorização e aquelas capazes de instrumentalizar mais de um idioma obtiveram resultados muito mais satisfatórios que as outras.

 

7. Suas notas aumentam:

Uma pesquisa da Universidade de Edimburgo (dessa vez foram os escoceses), descobriu que bilíngues tem mais sucesso em tarefas cognitivas do que monolíngues. As notas daqueles que falavam duas línguas nos testes de leitura, fluência verbal e inteligência se mostraram consideravelmente maiores do que a média, ou seja, está comprovado que suas chances de ter um bom desempenho acadêmico aumentam consideravelmente quando você aprende uma nova língua.

Podemos perceber que está comprovado em todos os cantos do mundo o quão positivo é aprender uma nova língua, tanto para sua mente quanto para sua vida. Aqui na Auding somos apaixonados por idiomas e vai ser um prazer te ajudar nessa trajetória rumo a uma vida mais dinâmica, saudável e bem sucedida. Que tal já começar a se exercitar com os nossos testes de nivelamento?

Comentários

Posts Relacionados

Deixe um Comentário