Diferenças Entre o Inglês Britânico e o Americano

Por 9 de setembro de 2019Inglês

Duas potências mundiais que dividem a mesma língua, porém a reproduzem de maneira diferente: esse é o caso dos Estados Unidos e da Inglaterra.

Ao aprender inglês, há pessoas que preferem o inglês americano e há aquelas que preferem o britânico. Na maioria das vezes, isso deve-se aos sotaques diferenciados que estamos acostumados a ouvir através de filmes e séries tanto britânicas, quanto americanas.

Cada pessoa então, escolhe o sotaque que mais a atrai e acaba optando por aprender o inglês específico daquele país. Mas será que existe algum “inglês” mais fácil de aprender?

Venha entender as diferenças entre as duas manifestações do idioma e descobrir qual é a mais legal para se estudar!

ORTOGRAFIA

But first, let’s talk about history…

Uma das razões principais para o inglês americano e britânico terem diferenças ortográficas é um homem chamado Noah Webster.

Noah foi um autor, professor e lexicógrafo americano que escreveu um dicionário – além de vários livros – e iniciou uma reforma ortográfica por volta dos anos 1700. Esta medida foi tomada como símbolo da independência americana em relação à Inglaterra. Webster também acreditava que a língua escrita tinha que ser igual a língua falada.

Seu legado pode ser visto em palavras “americanas” como color (do inglês britânico “colour”), honor (“honour”) e labor (“labour”).

VOCABULÁRIO

Talvez uma das diferenças mais notáveis entre o inglês americano e britânico seja o vocabulário. Palavras como trousers, football e trainers não estão presentes em Friends (sitcom americana), talvez apenas saídas da boca da Emily, uma das muitas ex-mulheres do Ross (spoiler alert!), e que é britânica.

O fato é que não se sabe muito bem o porquê algumas palavras diferem os significados, talvez seja apenas cultural. Porém, é certo que deve-se prestar atenção para tentar falar a palavra certa em cada país.

SINGULAR / PLURAL

No inglês britânico, os substantivos coletivos podem ser usados no singular ou no plural. Por exemplo: “the team is playing tonight” ou “the band are playing tonight”. Ambos estão corretos.

Já no inglês americano, os substantivos coletivos são usados no singular. Por exemplo: staff se refere a um grupo de funcionários; “the staff is doing great today” (“a equipe está se saindo muito bem hoje” em tradução livre).

VERBOS AUXILIARES

Verbos auxiliares são verbos que auxiliam os verbos principais na construção de frases. No inglês, eles são o be, do, have e will, em sua maioria. Porém os britânicos, por adotarem uma abordagem mais formal da língua, têm o costume de usar o auxiliar shall, pra expressar uma ideia de futuro.

“I shall go to school now.” (Eu devo ir à escola agora.)

Os americanos não utilizam esta estrutura, eles preferem utilizar o “will”.

“I will go to school now.”

FORMAS DOS VERBOS

No inglês britânico, a formação do Past Simple se dá através da terminação -ed ou -t, que é o particípio do verbo em questão. Verbos como burn, dream, lean, learn, smell, spell, spill podem ter a terminação -ed (learned, spilled) ou a terminação –t (learnt, spilt).

She had dreamt/dreamed of being a dancer when she was young. (Ela tinha sonhado em ser uma dançarina quando ela era nova.)

Já os americanos preferem a terminação -ed.

As a boy, he had dreamed about being on the basketball team. (Quando garoto, ele tinha sonhado estar no time de basquete.”)

TAG QUESTION

Question tag é uma estrutura gramatical que transforma uma afirmação em uma pergunta. Por exemplo: “She’s Swedish, isn’t she?” (‘Ela é sueca, não é?” em tradução livre).

Estas estruturas servem também para encorajar o receptor da mensagem a responder ou concordar com a pessoa que está falando. Os britânicos utilizam bastante as question tags, mas os americanos não muito.

NEM TÃO DIFERENTES ASSIM

Por mais que sejam formas diferentes da mesma língua, o inglês britânico e o americano possuem mais similaridades do que diferenças.

Com algumas exceções de regiões bem específicas, americanos e britânicos se entendem muito bem. Por isso, o provável é que qualquer falante da língua inglesa vá entender ambos os estilos do idioma.

Tratando-se do aprendizado, acredito que nenhuma das duas manifestações do idioma seja a melhor. Por mais que o inglês americano seja mais simples e menos formal, o idioma é o mesmo, em sua essência.

Então, seja você fã de Friends ou Harry Potter, o importante é aprender inglês da melhor forma possível, não importa qual estilo seja o seu favorito!

 

FONTES:

https://www.britannica.com/biography/Noah-Webster-American-lexicographer

https://learningenglish.voanews.com/a/six-difference-between-britsh-and-american-english/3063743.html

https://www.britishcouncilfoundation.id/en/english/articles/british-and-american-english

 https://dictionary.cambridge.org/grammar/british-grammar/types-of-english-formal-informal-etc/british-and-american-english

 

 

Comentários

Posts Relacionados

Deixe um Comentário